O que é a cobrança de dívidas e como funciona?

Está cansado de lidar com clientes ou devedores que não pagam a tempo? Está preocupado com a saúde financeira da sua empresa ou com as suas finanças pessoais? Se sim, talvez precise de saber mais sobre a cobrança de dívidas.

Neste artigo, explicaremos o que é a cobrança de dívidas e como funciona, para que possa compreender melhor o processo e manter um controlo efectivo da sua cobrança de dívidas. Além disso, dar-lhe-emos alguns conselhos e ferramentas úteis para recuperar as suas dívidas sem afectar a sua relação com os seus clientes. Não perca este guia completo sobre a cobrança de dívidas!

 

O que é a cobrança de dívidas?

Este processo é aplicado quando um cliente ou devedor não pagou uma factura ou empréstimo dentro do prazo estabelecido e o prazo de pagamento expirou ou empréstimo dentro do prazo estabelecido, e o prazo de pagamento expirou. Neste caso, a empresa ou o credor tem a possibilidade de cobrar os pagamentos em atraso por si próprio, de recorrer aos serviços de uma agência de cobrança de dívidas, como a Oddcoll, ou de um advogado especializado na cobrança de dívidas e na cobrança de dívidas internacionais. Estas agências actuam em todo o mundo, incluindo em países específicos. 

O objectivo é recuperar o dinheiro e evitar que os atrasos de pagamento prejudiquem a saúde financeira da empresa ou do indivíduo em causa.

 

Tipos de dívidas

Existem diferentes tipos de dívidas que podem ser cobradas através do processo de cobrança de dívidas. Eis alguns exemplos:

  • Comerciais: Trata-se de dívidas que surgem entre empresas, como o pagamento de uma factura relativa à compra de bens ou serviços.
  • Empréstimos bancários: Desenvolvido para empréstimos ou créditos concedidos por um banco.
  • Impostos: São dívidas decorrentes de impostos não pagos ou de multas devidas às autoridades fiscais.
  • Hipotecas: Dívidas resultantes de empréstimos hipotecários para a compra ou construção de uma casa.
  • Cartões de crédito: Originado pelo uso de um cartão de crédito para compras ou levantamentos de dinheiro.
  • Pessoais: Trata-se de dívidas contraídas entre particulares, como o empréstimo de dinheiro a um amigo ou familiar.

É importante referir que o processo de cobrança de dívidas pode variar consoante o tipo de dívida e a legislação em vigor em cada local. Por este motivo, é aconselhável que as empresas e as pessoas interessadas estejam devidamente informadas sobre as condições e requisitos que devem ser cumpridos para efectuar o processo de cobrança de cada tipo de dívida.

 

Processo de cobrança de dívidas: início, cobrança, acção judicial e recuperação

O processo de cobrança de dívidas pode variar consoante a legislação de cada país, mas geralmente segue um processo semelhante que consiste nas seguintes etapas:

 

1- Início

A empresa credora envia uma factura, indicando a data de vencimento e as condições de pagamento. Se o devedor não efectuar o pagamento dentro do prazo estabelecido, é considerado em situação de incumprimento.

2- Recuperação

Através do envio de avisos de pagamento ou de chamadas telefónicas, tentamos chegar a um acordo com o devedor tentamos chegar a um acordo de pagamento com o devedorestabelecendo novas datas e condições de pagamento que estejam de acordo com as possibilidades do devedor.

3- Acções judiciais

Se o devedor não responder aos avisos de pagamento ou não cumprir os acordos estabelecidos, a empresa pode intentar uma acção judicial para recuperar a dívida. Nesta fase, é contratado um advogado especializado para intentar uma acção judicial no tribunal competente.

4- Recuperação

Se o pedido for aceite pelo tribunal, inicia-se o processo de cobrança da dívida. Este pode envolver a execução de uma sentença que ordena a apreensão dos bens do devedor ou a negociação de um plano de pagamento para recuperar a dívida a tempoou a negociação de um plano de pagamento para recuperar a dívida a tempo.

Em alguns casos, a cobrança de dívidas pode demorar vários meses ou mesmo anos, consoante a complexidade do caso e a capacidade de pagamento do devedor.

 

Métodos de cobrança de dívidas

Existem vários métodos para recuperar dinheiro. Alguns dos mais comuns são:

Cobrança de dívidas internas

Esta modalidade implica que a própria empresa proceda à cobrança da dívida, sem recorrer a serviços externos. Nesta modalidade, a empresa ou a pessoa em causa pode estabelecer novos acordos de pagamento com os devedores e fazer um controlo permanente das contas a receber.

A cobrança interna de dívidas pode ser eficaz para pequenas dívidas ou para devedores que se encontrem numa situação económica estável.

Agências de cobrança de dívidas externas

Consiste em contratar os serviços de uma agência de cobrança de dívidas para efectuar o processo de cobrança de dívidas. As agências de cobrança são empresas especializadas que se encarregam de recuperar as dívidas pendentes em nome dos seus clientes são responsáveis pela cobrança das dívidas em atraso em nome dos seus clientesatravés da aplicação de diferentes métodos de cobrança, como o envio de cartas de cobrança, e-mails, entre outros.

Este método pode ser eficaz para grandes dívidas ou para devedores que não tenham respondido aos avisos de pagamento da empresa.

Compradores de dívidas

Envolve a venda da dívida pendente a um terceiro. Os compradores de dívidas são empresas especializadas que adquirem dívidas pendentes a um preço inferior ao montante original, com o objectivo de as reembolsar mais tarde através de diferentes métodos de cobrança. Uma vez que o comprador de dívidas adquire a dívida, torna-se o novo credor e assume o processo de cobrança da dívida.

Pode ser eficaz para as empresas que pretendem recuperar rapidamente a liquidez dos seus créditos, embora o preço a que as dívidas são vendidas possa ser inferior ao montante original.

Principais intervenientes na cobrança de dívidas

Os principais intervenientes na cobrança de dívidas são aqueles que desempenham um papel fundamental no processo de recuperação de dívidas pendentes. Eis alguns deles:

  • Credores: São empresas ou indivíduos que têm a possibilidade de reclamar o pagamento de uma dívida pendente.
  • Devedores: Pessoas singulares ou colectivas que incorreram em atrasos e têm uma dívida pendente com os credores.
  • Agências de cobrança: São empresas especializadas na cobrança de dívidas pendentes, que trabalham em nome dos credores para recuperar o dinheiro em dívida.
  • Advogados: São profissionais jurídicos que aconselham os credores no processo de cobrança de dívidas e, em alguns casos, representam os credores em acções judiciais para recuperar a dívida.

Cada um destes intervenientes-chave no processo de cobrança de dívidas tem um papel específico a desempenhar e a sua colaboração, bem como o seu trabalho, é importante para conseguir uma cobrança eficaz e justa das dívidas pendentes.

 

5 Técnicas de cobrança de dívidas

A cobrança de dívidas é uma parte fundamental do processo financeiro de qualquer empresa ou indivíduo. Por conseguinte, apresentamos de seguida algumas das técnicas utilizadas para a cobrança de dívidas:

  • Técnicas de comunicação

Trata-se de um conjunto de de competências utilizadas para estabelecer uma comunicação eficaz e persuasiva com o devedor com o devedor. Estas técnicas incluem a capacidade de ouvir e de compreender a situação financeira do devedor, de anunciar a informação de forma clara, bem como a capacidade de persuadir o devedor.

  • Estratégias de negociação

São utilizadas para chegar a um acordo com o devedor sobre a forma como a dívida pode ser a dívida. Estas estratégias incluem ouvir e compreender as necessidades do devedor, apresentar opções de pagamento que sejam viáveis e persuadir o devedor a aceitar um plano de pagamento.

  • Localizar os incumprimentos

Trata-se de localizar os devedores que desapareceram ou deixaram de comunicar com o credor. Esta técnica pode incluir a pesquisa de informações nas redes sociais, nos registos públicos e em bases de dados especializadas.

  • Planos de reembolso de dívidas

Trata-se de um acordo entre o credor e o devedor sobre a forma como a dívida será reembolsada. Estes planos podem incluir opções de pagamento em prestações, pagamentos parciais, redução dos juros ou dos encargos de mora. Podem também ser adaptados à situação financeira do incumpridor.

  • Contencioso

Trata-se de uma medida legal que pode ser adoptada para recuperar a dívida. Pode incluir a apresentação de uma acção em tribunal e a obtenção de uma ordem judicial para o pagamento da dívida. Esta técnica é utilizada quando todas as outras opções falharam e é necessária a intervenção do tribunal para recuperar o dinheiro e é necessária a intervenção do tribunal para recuperar o dinheiro.

 

Consequências do não pagamento das dívidas

O não pagamento de dívidas pode ter graves consequências financeiras e jurídicas para o devedor, que podem incluir

  • Danos na notação de crédito: O incumprimento das dívidas pode afectar negativamente a notação de crédito do devedor. Este facto pode tornar mais difícil a obtenção de crédito no futuro, conduzir a taxas de juro mais elevadas e limitar as opções de financiamento.
  • Acções judiciais e sentenças judiciais: O credor pode intentar uma acção judicial para recuperar o dinheiro em dívida. Isto pode incluir a apresentação de uma acção judicial em tribunal, que pode resultar numa decisão judicial contra o devedor.
  • Penhora de salários: Se o credor obtiver uma decisão judicial contra si, pode requerer uma penhora de salário. Isto significa que a entidade patronal do devedor reterá uma parte do seu salário para pagar a dívida.
  • Penhora de bens: Se o devedor não puder pagar a dívida e a decisão judicial o permitir, o credor pode requerer uma penhora de bens. Ou seja, o requerente pode apreender os bens do devedor e vendê-los para recuperar a dívida.

Direitos do devedor

Os devedores têm direitos que protegem o seu bem-estar financeiro e os ajudam a evitar serem vítimas de práticas ilegais ou desleais de cobrança de dívidas. Alguns desses direitos incluem:

  • O direito de receber informações claras e exactas sobre a dívida: Incluindo o montante em dívida, o nome do credor e a data em que a dívida foi contraída.
  • O direito de ser tratado com respeito e sem assédio pelos cobradores de dívidas: Os cobradores de dívidas não podem utilizar linguagem ofensiva ou profana, ameaçar com acções ilegais ou divulgar informações falsas sobre a dívida.
  • Direito de contestar a dívida e solicitar uma verificação: Se um devedor considerar que a dívida é incorrecta, tem o direito de a contestar. Os cobradores de dívidas devem fornecer a verificação da dívida mediante pedido.
  • Direito a ser informado se a dívida foi vendida a terceiros: Se a dívida tiver sido vendida a uma agência de cobrança de dívidas, o devedor tem o direito de ser notificado da venda e de receber informações sobre como contactar a agência.
  • Direito a ser notificado das acções judiciais intentadas contra ele: Se for intentada uma acção judicial contra um devedor, este tem o direito de ser notificado e de receber informações sobre o processo.

Artigo relacionado:Facturavs. factura

3 Conselhos para a gestão de dívidas

Gerir as dívidas pode ser uma tarefa complicada, mas é importante fazê-lo da forma mais eficiente possível para evitar consequências financeiras negativas. Se quer saber como o fazer, aqui ficam algumas dicas:

  • Elaborar um orçamento: Esta é uma ferramenta essencial para gerir as suas finanças. Comece por anotar os seus rendimentos e despesas mensais e, em seguida, veja onde pode reduzir as suas despesas. Não se esqueça de incluir o pagamento de dívidas no seu orçamento e de estabelecer um plano de pagamento realista.
  • Negociar com os credores: Se está a ter dificuldades em pagar as suas dívidas, contacte os seus credores para negociar um plano de pagamento. Explique a sua situação financeira e sugira um plano de pagamento que possa cumprir. Muitas vezes, os credores estão dispostos a trabalhar consigo para estabelecer um plano de reembolso que lhes permita recuperar o seu dinheiro.
  • Procure ajuda junto de agências de aconselhamento de crédito: Estas agências podem fornecer aconselhamento financeiro e recursos para o ajudar a gerir as suas dívidas. Estas agências podem ajudá-lo a consolidar as suas dívidas, a estabelecer um plano de reembolso e a negociar com os seus credores.

 

Conclusão

A cobrança de dívidas é um processo utilizado para recuperar o dinheiro devido a um credor. Este processo pode envolver o contacto com o devedor por telefone ou correio e, em casos extremos, a apresentação de uma acção judicial para recuperar os fundos. Por outro lado, é importante notar que a cobrança de dívidas é regulada por lei e que existem limites para as tácticas que podem ser utilizadas para recuperar a dívida.

Por conseguinte, recomendamos que faça uma gestão eficaz das suas dívidas, pois assim poderá evitar a cobrança de dívidas e manter uma situação financeira saudável.

]

4 minutos de leitura.

Quais são os regulamentos aplicáveis.
O processo de cobrança internacional.
Como conseguir cobranças eficazes.

A Oddcoll é uma plataforma com cobradores de dívidas de todo o mundo, que permite às empresas com vocação internacional recuperar facilmente as suas facturas em atraso

.

Aplica-se a todos os nossos membros

A

utorização legal para cobrar dívidas nos seus países – Especialistas em cobranças B2B

Comunicam em inglês

Especialistas na legislação nacional de cobrança de dívidas

]

Ligações rápidas

RELATED ARTICLE  Tudo sobre a cobrança de dívidas incobráveis: Guia definitivo 2024
WordPress Image Lightbox Plugin