Análise de fluxo na contabilidade: O que é (Guia Completo 2024)

É possível que já tenha ouvido falar da análise de fluxos em vários sítios ou que esta lhe tenha sido recomendada pessoalmente. Mas o que é a análise de fluxos na contabilidade e porque é que é importante? Se quiser saber tudo isto, continue a ler. No próximo post vamos explicar-lhe de uma forma simples, com exemplos e passo a passo.

O que é uma análise de fluxo na contabilidade?

Uma análise de fluxos em contabilidade é uma ferramenta utilizada para medir as variações dos saldos das contas entre dois períodos de tempo. Pode ser efectuada mensalmente, trimestralmente ou anualmente, consoante a métrica e a análise a efetuar.

Pense nisso como comparar instantâneos de um vídeo para ver como algo se moveu. Neste caso, os instantâneos são os saldos das contas no final de dois períodos diferentes. Ao comparar estes instantâneos, podemos identificar as alterações que ocorreram e analisar as causas dessas alterações.

Benefícios: Porque é que uma análise de fluxo é importante?

Uma análise de fluxos não é apenas um exercício contabilístico, mas uma ferramenta poderosa que fornece uma visão profunda da saúde financeira de uma empresa. Ao compreender as alterações nas contas, podem ser tomadas decisões informadas que impulsionarão o crescimento e a rentabilidade. Outros benefícios que esta ferramenta traz são:

Identificar áreas de melhoria

A análise de fluxo revela flutuações nas contas, destacando áreas que precisam de atenção. Por exemplo, se as despesas operacionais aumentaram significativamente, é possível analisar itens específicos para identificar despesas desnecessárias ou áreas de otimização, melhorando assim a eficiência e reduzindo os custos.

Preparar melhor a tomada de decisões

Ao compreender as tendências em termos de receitas, despesas e outros indicadores financeiros, poderá tomar melhores decisões. Quer esteja a planear uma expansão, a lançar um novo produto ou a gerir o fluxo de caixa, uma análise do fluxo de caixa fornece-lhe dados concretos para apoiar a sua próxima ação.

Melhorar a comunicação financeira

A análise de fluxos simplifica a comunicação da situação financeira da empresa às partes interessadas, tais como accionistas, investidores e credores. Ao apresentar as principais alterações de forma clara e concisa, pode criar confiança e transparência.

Detetar possíveis problemas

Este tipo de análise tem a capacidade de revelar alterações inesperadas ou anomalias nas contas, que podem indicar potenciais problemas, como erros contabilísticos, fraudes ou má gestão de recursos. Se forem detectados precocemente, o impacto negativo na empresa pode ser minimizado.

Aumentar a eficiência operacional

Ao monitorizar as alterações nos níveis de inventário, contas a receber e outros itens, pode otimizar os processos operacionais e melhorar a eficiência. Uma análise de fluxo pode ajudá-lo a identificar estrangulamentos, reduzir os tempos de espera e otimizar a cadeia de abastecimento.

Fórmula

Não existe uma fórmula única para efetuar esta análise, mas, em geral, o que se utiliza é:

  • Calcular a diferença: A diferença entre o saldo do período anterior e o saldo do período atual para cada conta que se deseja analisar.
    • Fórmula: Diferença = Saldo do período atual – Saldo do período anterior
  • Calcule a variação percentual (opcional): A variação percentual da diferença entre o saldo do período anterior e o saldo do período atual para cada conta que pretende analisar.
    • Fórmula: Variação percentual = (Diferença / Saldo do período anterior) * 100

Como efetuar a melhor análise de fluxos? Passo a passo

A análise de fluxos é uma ferramenta fundamental para qualquer empresa que pretenda compreender a sua situação financeira. Embora não exista uma fórmula mágica para a “melhor” análise, há passos fundamentais que deve seguir para garantir que obtém as informações mais valiosas e accionáveis:

Passo 1. Definir o seu objetivo

O que é que pretende alcançar com a sua análise de fluxos? Está a tentar identificar áreas de melhoria, prever o fluxo de caixa ou avaliar a eficácia de uma nova iniciativa? Ter um objetivo claro ajudá-lo-á a centrar a sua análise e a selecionar as métricas mais relevantes.

Passo 2. Escolha o seu período de comparação

Pretende comparar os dados deste mês com os do mês anterior, com os do mesmo mês do ano passado ou com uma média trimestral? A escolha do período de comparação depende do seu objetivo e da natureza da sua empresa.

Passo 3. Recolher os seus dados

Necessitará de dados financeiros exactos e actualizados para as contas que pretende analisar. Isto pode incluir receitas, despesas, contas a receber, contas a pagar, inventário e saldo de caixa.

Passo 4. Calcular as alterações

Para cada conta selecionada, calcular a diferença entre os saldos no período de comparação. Esta é a base da análise de fluxo.

Passo 5. Identificar variações significativas

Nem todas as variações merecem atenção. Concentre-se nas variações significativas, sejam elas positivas ou negativas, que podem ter um impacto real e importante na sua atividade.

Passo 6. Investigar as causas

Depois de identificar estas variações, investigue as causas subjacentes. Por que é que as contas a receber aumentaram? Porque é que as vendas diminuíram? Existe algum evento específico que explique essas mudanças?

Passo 7. Documentar as suas conclusões

Mantenha um registo das suas conclusões e das causas que identificou. Isto ajudá-lo-á a tomar medidas correctivas e a acompanhar os progressos no futuro.

Passo 8. Visualizar os seus dados

Os gráficos e quadros podem ajudá-lo a ver as tendências e os padrões mais claramente. Utilize ferramentas de visualização para apresentar as suas conclusões de forma eficaz.

Passo 9. Tomar medidas

Com base na sua análise, tome medidas para melhorar a sua empresa. Estas medidas podem incluir a redução de custos, o aumento das vendas, a otimização do inventário ou o ajustamento da sua estratégia de marketing.

Passo 10. Monitorizar os resultados

Depois de tomar medidas, monitorize os resultados para verificar se a sua análise de fluxo foi correcta e se as medidas tomadas estão a ter o efeito desejado.

Exemplo de uma análise de fluxo

Agora que tem uma visão clara e concisa do que é uma análise de fluxo, deixamos-lhe um exemplo simples:

Cenário: Uma empresa de comércio eletrónico pretende analisar as alterações no seu custo de aquisição de clientes (CAC) do primeiro trimestre para o segundo trimestre de 2023.

Recolha de dados

A empresa recolhe os seguintes dados dos seus sistemas de marketing e de contabilidade:

  • Número total de novos clientes adquiridos:
    • 1.000 no primeiro trimestre e 1.200 no segundo trimestre.
  • Total de despesas de marketing e publicidade:
    • $100.000 no primeiro trimestre e $120.000 no segundo trimestre.
  • Repartição das despesas de marketing por canal:
    • Redes sociais: $50.000 no primeiro trimestre e $60.000 no segundo trimestre.
    • Anúncios pagos: $25.000 no primeiro trimestre e $30.000 no segundo trimestre.
    • Marketing de influência: $25.000 no primeiro trimestre e $30.000 no segundo trimestre.

Cálculo

Calcular o CAC para cada trimestre:

  • Primeiro trimestre: $100.000 / 1.000 = $100
  • Segundo trimestre: $120.000 / 1.200 = $100

Calcular a diferença e a variação percentual

  • Diferença (Q2 – Q1): $100 – $100 = $0
  • Percentagem de alterações: (0 / 100) * 100% = 0%

Análise

Comparando o custo de aquisição de clientes do segundo trimestre com o custo de aquisição de clientes do primeiro trimestre, observa-se que não houve alterações. O CAC da empresa permaneceu estável em $100 por novo cliente adquirido.

Em que circunstâncias é efectuada uma análise de flutuação?

Tornou-se claro que a análise de fluxo é uma ferramenta útil e benéfica, mas quando é que se realiza exatamente uma análise de fluxo? Eis algumas circunstâncias-chave:

No final de um período contabilístico: É comum efetuar uma análise de fluxos no final de cada trimestre ou ano fiscal. Isto permite-lhe comparar os resultados do período atual com os períodos anteriores e avaliar o desempenho financeiro da empresa.

Para investigar mudanças inesperadas: Se as contas financeiras mostrarem mudanças significativas ou inesperadas, uma análise de fluxo ajudará a identificar as causas subjacentes.

Antes de tomar decisões importantes

Antes de efetuar investimentos, lançar novos produtos ou implementar alterações na estratégia empresarial, uma análise de fluxos pode ajudar a avaliar o impacto potencial dessas decisões nas finanças da empresa.

Para avaliar o desempenho de departamentos ou projectos específicos

A análise de fluxos também pode ser utilizada para avaliar o desempenho de departamentos ou projectos específicos dentro da empresa. Por exemplo, para comparar as receitas e despesas da divisão de vendas com as da divisão de produção.

Análise de tendências

Ao efetuar regularmente análises de fluxos, é possível identificar tendências a longo prazo nas finanças da empresa.

Monitorizar o fluxo de caixa

Este aspeto é importante para garantir que a empresa dispõe de liquidez suficiente para cobrir as suas despesas de funcionamento e cumprir as suas obrigações financeiras.

Identificar oportunidades de melhoria

Ao analisar as alterações nas contas financeiras, a análise de fluxos ajuda a identificar oportunidades para melhorar a eficiência e a rentabilidade da empresa.

Sempre que faz uma análise contabilística, encontra muitas dívidas a receber? Tem sempre muitos problemas para cobrar dívidas ou acaba investindo muitos recursos? A Oddcoll é a solução para tudo isso.

Somos uma plataforma digital líder de mercado que oferece serviços completos de gestão de cobranças para empresas de todo o mundo.

Uma solução eficaz para empresas de todas as dimensões que procuram melhorar a sua gestão de cobranças.

Com os serviçosOddcoll basta criar uma conta connosco e carregar as suas facturas, quer diretamente na plataforma, quer através da API ou de um ficheiro CSV. Os nossos parceiros locais, compostos por agências de cobranças e escritórios de advogados especializados, são responsáveis por iniciar o processo de cobrança de dívidas no mesmo país dos seus devedores, tomando acções efectivas, como chamadas e exigências de pagamentos em atraso.

Uma vez que a fatura tenha sido cobrada com sucesso, o dinheiro é transferido diretamente para a sua conta. Com funcionalidades intuitivas, acesso aos processos a qualquer momento e notificações por e-mail, o OddColl simplifica e optimiza o processo de cobrança de dívidas internacionais.

Conclusão

Em conclusão, a análise do fluxo contabilístico é uma forma de medir e explicar as alterações nos dados financeiros de uma empresa. É um instrumento prático para gerir as operações actuais e planear o futuro, bem como um controlo eficaz para detetar erros e anomalias na informação financeira. Sem dúvida, traz consigo muitas vantagens e é muito útil.

4 minutos de leitura.

Quais são os regulamentos aplicáveis.
O processo de cobrança internacional.
Como conseguir uma cobrança eficaz das dívidas.

A Oddcoll é uma plataforma com cobradores de dívidas de todo o mundo, que permite às empresas de vocação internacional recuperar facilmente as suas facturas em atraso.

Países abrangidos

Cobrimos toda a Europa

Ásia Central

Cobrança de dívidas Arménia
Cobrança de dívidas Azerbaijão
Cobrança de dívidas Geórgia
Cobrança de dívidas Cazaquistão

Cobrança de dívidas Quirguizistão
Cobrança de dívidas Mongólia
Cobrança de dívidas Tajiquistão
Cobrança de dívidas Uzbequistão

Oceânia

Todos os países em África

Aplica-se a todos os nossos parceiros

– Autorização legal para cobrar créditos nos seus países
– Especialistas em cobranças B2B
– Comunicam em inglês
– Especialistas na legislação nacional de cobrança de dívidas

RELATED ARTICLE  O que é uma retenção de crédito para uma empresa? Dicas importantes 2024
WordPress Image Lightbox Plugin